Rua dos Netos

25 março Paulo Camacho 0 Comments


A Rua dos Netos é uma das que constam do restrito núcleo das mais antigas da cidade do Funchal. 
Diz a História que, inicialmente, era uma rua privada. Abre entre os séculos XV e XVI pela família de João Rodrigues Neto Calassa para passar a procissão do Corpo de Deus.
João Rodrigues Neto Calassa era um cidadão que veio do continente e se estabeleceu na Madeira, onde veio a falecer em 1531. Residiu na rua que deu o nome.
Atualmente, a Rua dos Netos estendeu-se desde a rua de São Pedro até à Ponte Nova, sobre a Ribeira de Santa Luzia. Contudo, anteriormente era compreendida entre as ruas de São Pedro e a Rua dos Ferreiros. 
Rui Santos, nas suas "Crónicas de domingo" no Jornal da Madeira escreveu que a parte compreendida entre a Rua dos Ferreiros e a ribeira de Santa Luzia se denominou antes Rua de S. Bartolomeu e Rua da Ponte Nova.

O Almanaque da Madeira, publicado em 1924, dá conta que a Rua dos Netos, já nessa altura, tinha a configuração atual. Estendia-se desde o princípio da Rua das Mercês (que equivale à Rua de São Pedro, só que esta fica noutra direção, tal como acontece com a Rua do Castanheiro, as três artérias que se encontram com a Rua dos Netos, ali mesmo junto à parte sul do Colégio de Apresentação de Maria) até a Rua 5 de Outubro.

Atualmente, a Rua dos Netos dispõe de poucas habitações. Tem algumas lojas de comércio, restaurantes, um supermercado, um hotel, um estacionamento público e a sede do Partido Social Democrata.
Tem igualmente o edifício do Ateneu Comercial do Funchal, que foi recuperado profundamente.

A Rua dos Netos tem cerca de 223 metros em toda a sua extensão.

por Paulo Camacho