Rua dos Aranhas

21:20 Paulo Camacho 0 Comments

A Rua dos Aranhas é mais comprida do que à primeira vista pode parecer. Começa na Avenida Arriaga e termina na Rua da Carreira junto ao antigo cinema João Jardim. Tem um troço onde está a sede da ACIF – Câmara de Comércio e Indústria da Madeira, outro mais entre a Rua da Ponte de São Lázaro (passa à frente da entrada do centro comercial Dolce Vita e do hotel The Vine) até as ruas Major Reis Gomes e Ivens, e uma última fase que termina na Rua da Carreira, passando por um dos extremos da Rua Nova de São Pedro.

No total, a Rua dos Aranhas tem uma extensão de 243 metros.
Em tempos tinha outra configuração, como adiante se verá.
Do ponto de vista histórico, a rua deve o seu nome à família Aranha. Uma família que no século XVI passou pela Madeira. Esta rua ia desde a Rua da Carreira até à Rua das Fontes, entre o sul das Galerias São Lourenço e a Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses.

E porque nos referimos a contextos históricos, um edifício importante ali localizado foi o da firma Cory que fornecia carvão para a navegação.
Há alguns anos construíram o centro comercial Infante no local onde restavam as instalações da firma e parte do arruamento. O local ficaria mudado por completo.

Segundo refere o Rui Santos na sua rubrica Crónica de domingo, que publicou no Jornal da Madeira, a Rua dos Aranhas era um antigo beco e travessa com o mesmo nome. Foi também Rua do Dr. Chaves, referente a Manuel Figueira de Chaves.
Parte desta via entre a Rua Hermegildo Capelo, mais tarde Avenida Arriaga, e a Rua das Fontes, foi fechada ao público pelos anos 1940/1941, e, nos anos 80 foi englobada no Edifício Infante.

Na atual Rua dos Aranhas podemos referir que além da sede da ACIF, do Dolce Vita e do The Vine, é maioritariamente comercial, com lojas, restaurantes e agência de viagens, entre outras, como pequenas oficinas.
Em tempos chegou a ter uma unidade hoteleira que, presentemente, está encerrada.

por Paulo Camacho

0 comentários: